quarta-feira, 29 maio, 2024

Operação do CyberGAECO resulta em prisão em flagrante por pornografia infantojuvenil

Compartilhe essa notícia:

CyberGAECO deflaga operação “Vigilância Virtual III” para apurar crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes em ambiente virtual. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, um investigado foi preso em flagrante por armazenar pornografia infantojuvenil

Na manhã desta quinta-feira, 15/2, o Grupo de Atuação Especial no Combate a Crimes Cibernéticos (CyberGAECO), do Ministério Público de Santa Catarina, deflagrou a operação “Vigilância Virtual III” para cumprir um mandado de busca e apreensão na cidade de São José. A ordem judicial foi expedida pela 1ª Vara Criminal da Comarca. 

A operação investiga possíveis crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes em ambiente virtual, especificamente a produção e armazenamento de material impróprio. Esses crimes são definidos nos artigos 240 a 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA). A investigação começou com informações fornecidas pela Polícia Federal, através da Coordenação de Repressão a Crimes Cibernéticos relacionados a abuso sexual infantil (CCASI/CGCIBER/DCIBER/PF). Essas informações foram posteriormente investigadas em um Procedimento de Investigação Criminal (PIC), instaurado pela 2ª Promotoria de Justiça da comarca de São José. 

LEIA MAIS

Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão no Oeste

Durante a operação, que contou com a presença de peritos da Polícia Científica de Santa Catarina (PCI), foram encontrados arquivos relacionados à exploração sexual infantojuvenil em um dispositivo eletrônico de posse do investigado. Decorrente da descoberta, foi realizada prisão em flagrante pelo crime do art. 241-B do ECA, que foi recentemente incluído na lista dos crimes hediondos pela Lei n. 14.811, de 12 de janeiro 2024. 

Além disso, contra o mesmo alvo da busca e apreensão, foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva por estelionato, emitido pelo Poder Judiciário do estado do Tocantins.  

Operação Vigilância Virtual III 

O nome “Vigilância Virtual III” reflete o foco da operação: monitorar o ambiente virtual para identificar e combater a pornografia infantojuvenil. 

CyberGAECO 

O CyberGAECO é uma força-tarefa especializada formada por integrantes do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Polícia Penal do Corpo de Bombeiros Militares para o combate e enfrentamento de delitos praticados por meio de ambientes virtuais. 

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Comboio de Chapecó volta a Chapecó

Equipe contabiliza semana de trabalho e solidariedade a Arroio do Meio, um dos municípios gaúchos duramente atingidos pela enchente

Indústria catarinense cresce 1,1% no 1º trimestre

 A produção industrial catarinense cresceu 1,1% no acumulado dos três primeiros meses do ano...

INSS começa a pagar décimo terceiro

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começaram a receber...

Dia dos Namorados movimenta o comércio

Mesmo com o cenário econômico favorável, com redução da taxa de juros e mercado...
error: Este conteúdo é protegido !!