domingo, 14 julho, 2024

Vale da Produção tem novos municípios

Compartilhe essa notícia:

Com o objetivo de definir rotas, valorizar o turismo e as atividades econômicas, paisagens e potencialidades das promissoras cidades de Santa Catarina surgiu em 2007 o Projeto Vale da Produção, inicialmente envolvendo as regiões de Arabutã, Ipumirim e Lindóia do Sul. Criado pelo publicitário Jonas Muraski, a denominação se deve à expressiva produção agropecuária da região, formada pela junção dos três municípios do vale do Rio Engano onde estão abrigadas aquelas comunidades.

Veja também

Defesa Civil divulga nota Hidrometeorológica para os próximos três dias

Defesa Civil alerta para chuvas intensas

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO
https://www.facebook.com/share/v/rzxDd4RiZsCn8qVh/?mibextid=KsPBc6

A partir de 2015 o Projeto passou a ser uma denominação oficial desses três locais, em decorrência da Lei 16.722 iniciativa do Governo do Estado. E em novembro de 2023 foi aprovada na Assembleia Legislativa e sancionado pelo governador a alteração dessa Lei para a inclusão de Irani, Seara e Itá. As seis cidades crescem em um ritmo acelerado e juntas, somam uma população de 50.721 habitantes, com um PIB per capita médio de R$ 45.951,81. Na agropecuária áreas como a suinocultura, leite, avicultura e madeira são destaques em produção.

Destaque Regional

O Vale da Produção agora possui 3.967 empresas, as cidades pertencem à bacia hidrográfica do Rio do Engano. Essa bacia contempla todos esses municípios, com as nascentes nos campos do Irani e a foz no município de Itá, no Rio Uruguai.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Prefeitura de Ipumirim, Gilmar Antonio da Rosa, uma parceria foi firmada recentemente com o Sebrae/SC, “através do Programa Cidade Empreendedora, atuante nos cinco municípios, com exceção de Itá. Estamos trabalhando com os empresários e gerando mais conhecimento e suporte empresarial. Conversamos com a maioria dos agentes de desenvolvimento do Sebrae nos municípios para ver o que podemos aportar para dentro do Vale da Produção, trabalhar de forma integrada”, ressaltou.

O gerente regional do Sebrae/SC no oeste, Udo Martin Trennepohl, comemorou a parceria e pretende apresentar nos próximos dias o Programa Líder (Liderança para Desenvolvimento Regional). “É uma iniciativa do Sebrae que nasceu para responder a carência de uma atuação integrada entre as lideranças do poder público, entidades privadas e do terceiro setor para a promoção do desenvolvimento sustentável dos territórios brasileiros. Vamos discutir formas de implantar esse programa com os prefeitos de cada cidade”, explicou.

Foco

Rosa destacou que o projeto do Vale da Produção é um projeto de política pública de Estado. “Nosso objetivo é de continuar valorizando o Projeto, agora vamos revitalizar, divulgar novamente para gerar um sentimento de pertencimento, tanto de empresas, empresários, pessoas, produção, agro  indústria, agro indústrias familiares, agricultores familiares, todos os segmentos, o comércio local, o turismo, as pessoas que vivem na bacia do Rio Engano”, finalizou.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Chape Futsal mantém invencibilidade na Copa Santa Catarina

Gols do Verdão das Quadras na vitória sobre o Videira foram marcados pelos jovens Ximba e João Seco

“Período de pré campanha é momento de conhecer o futuro candidato”

Advogada da ACAMOSC, alerta eleitores e pré-candidatos sobre o que fazer neste momento de...

Ex-ministro Paulo Guedes fará palestra nesta quarta

Um dos principais defensores no Brasil do pensamento liberal na economia, o ex-ministro Paulo...

IBGE normaliza coleta de preços para cálculo da inflação no RS

Segundo o responsável pela equipe que calcula o IPCA, o pesquisador André Almeida, a...
error: Este conteúdo é protegido !!