terça-feira, 21 maio, 2024

Comunidade pede manutenção de nono ano em escolas da Efapi

Compartilhe essa notícia:

Um grupo de moradores da Grande Efapi, lideranças políticas e comunitárias realizou manifestação hoje, ao final da tarde, na esquina da Avenida Atílio Fontana com a Rua Anjo da Guarda.

A motivação foi o anúncio feito esta semana pela Prefeitura de Chapecó de que escolas municipais da Grande Efapi poderão não oferecer o nono ano em 2024.

Segundo dados da organização, cerca de 600 estudantes que hoje estão no oitavo ano nas seis escolas da Grande Efapi estariam nesta situação.

Tais é Renato Filipin, com as filhas Valentina e Emanuela

O casal Tais e Renato Filipin mora no loteamento Califórnia e se diz preocupado com a situação.

“Esta situação nos deixa apreensivos porque não sabemos ao certo se nossas filhas terão vaga em escola perto de casa. Isso compromete o aprendizado e dificulta a rotina da família”, disse Taís.

Opinião semelhante é de outra mãe que tem dois filhos em idade escolar.

A vereadora Deise Shilke disse que o tema é antigo e que a oferta de vagas não acompanha o crescimento populacional.

O assunto deverá ser pauta da sessão da Câmara de Vereadores na próxima segunda, 20. Também na próxima segunda estão marcadas reuniões nas escolas Jardim do Lago , às 18h e na Escola Diogo Alves, às 19h.

A Prefeitura de Chapecó divulgou nota na quinta-feira, falando sobre o assunto:

NOTA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
Matrícula para alunos do 9º ano
Chapecó, 16 de novembro, quinta-feira:
Buscando atender a demanda de aproximadamente 600 crianças da
educação infantil e do anos iniciais do ensino fundamental em 2024 e discutido em
uma audiência pública realizada em junho deste ano, a Administração Municipal, por
meio da Secretaria de Educação em conjunto com o Governo do Estado de Santa Catarina, estabeleceu um plano estratégico em parceria com escolas estaduais e a UNOCHAPECÓ. O objetivo é utilizar as instalações da Universidade para concentrar as turmas do 9º ano do ensino fundamental.
O plano estratégico busca resolver uma demanda imediata diante do processo de imigração, migração e aumento populacional na região da Efapi, enquanto novos prédios municipais são construídos nos próximos três a quatro anos. A iniciativa destaca o comprometimento conjunto das redes municipal e estadual em garantir acesso à educação de qualidade para todas as crianças do Bairro Efapi. Neste sentido, as famílias não terão nenhum custo para que seus filhos
estudem na Universidade UNOCHAPECÓ; o governo estadual assumirá todos os
alunos do 9º ano da Rede Municipal e irá arcar com todos os custos, uma vez que esses alunos irão para o ensino médio em 2025.
Em reunião realizada no dia 14 de novembro, também foi debatida a possibilidade de ampliação da EEB Tancredo de Almeida Neves
”.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

error: Este conteúdo é protegido !!