quinta-feira, 18 julho, 2024

Operação Asfixia contra drogas e furtos começa em Chapecó

Compartilhe essa notícia:

Iniciou na manhã desta terça-feira a Operação Asfixia, capitaneada pela Prefeitura de Chapecó, com o apoio da Polícia Militar, que tem por objetivo combater as drogas e furtos.

Participaram da ação 27 pessoas incluíndo o prefeito João Rodrigues, Diretoria de Segurança Pública, Polícia Militar, Guarda Municipal, Secretaria da Família e Proteção Social, Secretaria de Saúde e o conselheiro de segurança pública do Município, Márcio Bueno.

A primeira parada foi na região dos motéis, onde foram abordadas quatro pessoas.

De acordo com o Diretor de Segurança Pública de Chapecó, Clóvis Ari Leuze, foram escolhidos pontos de consumo de droga para realizar as abordagens.

“Nós queremos retirar as pessoas em situação de rua, onde há consumo de drogas e que acabam contribuindo também para furtos. Esta será uma ação continuada, para dar mais segurança para a população. Na próxima etapa vamos focar nos receptadores, principalmente de fios de cobre”, disse Leuze.

O prefeito João Rodrigues destacou que está é mais uma ação do município na área social é de segurança.

“Nós já tínhamos  a Operação Internamento Involuntário, com encaminhamentos de dependentes químicos para tratamento, e agora andamos a Operação Asfixia, para combater as drogas e furtos. As pessoas abordadas serão encaminhadas para tratamento ou, se não for usuário, para alojamento na Casa de Passagem e inclusão em nossos programas sociais” disse o prefeito.

Em apenas 20 meses 268 pessoas já foram atendidas. Destas, 110 fizeram tratamento e estão bem, com retorno familiar e algumas já empregadas. Atualmente 59 pessoas estão internadas, segundo a coordenadora do programa, Paula Gai.

O comandante do 2 Batalhão da Polícia Militar, major Rafael Antônio da Silva, disse que essa operação colabora para amenizar situações de violência e brigas nas rua, fiscaliza situações de pendências judiciais e criminais e atende também a parte social.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Roger de Lima, neste primeiro dia quatro pessoas foram encaminhadas para internamento Involuntário, em clínicas, e três para comunidades terapêuticas.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Primeira etapa do campeonato Catarinense de Vôlei e Bocha reúne mais de 50 atletas surdos

Na manhã do sábado (13), quatro associações de pessoas surdas estiveram em Chapecó para...

FGTS tem lucro recorde de R$ 23,4 bilhões em 2023

Conselho define em agosto repartição do resultado entre cotistas O Fundo de Garantia do Tempo...

PP apresenta Elio Cella como pré-candidato a vice prefeito

O Partido Progressistas realizará na próxima quinta-feira (18), às 19h, a apresentação de Elio...

Sicoob ultrapassa 1,5 milhão de cooperados

O Sicoob SC/RS alcançou em junho 1,5 milhão de cooperados, distribuídos em 470 municípios...
error: Este conteúdo é protegido !!