quarta-feira, 22 maio, 2024

Programa Novos Caminhos completa 10 anos

Compartilhe essa notícia:

A cerimônia de encerramento das atividades do Programa Novos Caminhos, realizadas no decorrer do ano de 2023 na região oeste, aconteceu nesta semana na unidade do SENAI em Chapecó. Um grupo de 27 adolescentes abrigados em casa de acolhimento nas comarcas de Abelardo Luz, Chapecó, Coronel Freitas, Cunha Porã, Maravilha, Mondaí, Modelo, Palmitos, Pinhalzinho, Ponte Serrada, Quilombo, São Carlos, São Domingos, São Lourenço do Oeste, Xanxerê e Xaxim foram certificados pela participação no programa.

Divulgação

O Programa Novos Caminhos iniciou em Chapecó no ano de 2013. É uma iniciativa da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (CEIJ/TJSC), Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) e Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), com apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC), Associação Catarinense de Medicina (ACM), Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (FECOMERCIO), SENAC e SESC; Fundação ESAG, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), Federação da Agricultura e Pecuária de SC (FAESC) e Centro de Integração Empresa-Escola de SC (CIEE).

 A parceria entre as entidades tem como finalidade qualificar e profissionalizar os adolescentes inseridos em serviços de acolhimento com idade a partir de 14 anos. O programa também abrange os egressos (até um ano do seu desligamento) e fortalece as redes de apoio ao adolescente.

 Os sindicatos patronais filiados à FIESC contribuem, por meio das empresas associadas, na inserção dos adolescentes no mercado de trabalho. Neste ano, abriram oportunidade para os adolescentes as empresas Alcaplas indústria de plásticos ltda, Aurora Coop, Bugio Agropecuária ltda, FarmaSesi FM593, Kemin Nutrisurance Nutrição Animal ltda e Ogochi, as quais foram homenageadas na ocasião.

 Nesses 10 anos de existência do programa cerca de 1200 jovens foram encaminhados para o mercado de trabalho por meio de vagas de estágio, de aprendizagem e de emprego pelo regime da CLT. Isso foi possível em razão da cooperação de 700 empresas responsáveis pela abertura de oportunidades de trabalho, mais de 13 mil matrículas nos cursos, nas oficinas e nas atividades ofertadas a crianças e adolescentes por meio de parceiros institucionais do programa.

 O vice-presidente regional oeste da FIESC Waldemar Antônio Schmitz destacou que o programa entrega autonomia e autoconfiança, fundamentais para a construção de uma vida adulta. “Esta é a oportunidade que os adolescentes recebem de adquirirem as habilidades e competências necessárias para ingressar no mercado de trabalho com melhores condições. Também recebem auxílio psicológico e de saúde para terem a base para uma melhor qualidade de vida.”

 “Antes do Novos Caminhos, essas crianças, quando atingiam a maioridade, eram obrigadas a voltar para as suas famílias de origem, mesmo que essas tivessem sido as responsáveis pelo seu abandono ou maus-tratos. Isso colocava as crianças em uma situação de risco, pois poderiam ser expostas novamente à violência ou à negligência,” observou o vice-coordenador da CEIJ TJSC desembargador, Sérgio Izidoro Heil. Ele comemorou o processo de transformação de adolescentes, que antes em situação de vulnerabilidade, agora recebem ferramentas para construir o novo futuro.

B.C.R, de 18 anos, participante do programa há quatro anos, relatou que se sente acolhido e como o apoio emocional colaborou para a criação de novas perspectivas. “Tenho a oportunidade de me desenvolver como aprendiz em eletromecânica industrial, que estou terminando de cursar este ano,” explicou.

Receberam homenagem como EMPRESA AMIGA a Apti Alimentos, AVHRO (Associação dos Voluntários do Hospital Regional do Oeste), Centro Educacional Dom Bosco, IXC Soft, La Bella Centro Artístico e Esportivo, Escola SESI, Loja Estilo Verde, Nutrata, Rissi Fachadas e Esquadrias, Senai Xanxerê, Soul Move Centro de Danças Urbanas, Sindialimentos e UNISenai Campus Chapecó. Também foram homenageados 13 profissionais da equipe técnica de acolhimento. 11 profissionais da equipe técnica do programa Novos Caminhos e três voluntários.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Prefeitos catarinenses adotam cidades gaúchas e reforçam ajuda

A iniciativa começou pelo prefeito Paulinho, de Bombinhas, que adotou Eldorado do Sul, e...

Tabagismo responde por 80% das mortes por câncer de pulmão

Estudo feito por pesquisadores da Fundação do Câncer aponta que o tabagismo responde por...

Reunião de Trabalho debate Apraxia da Fala

Discutir estratégias de intervenção e suporte aos indivíduos afetados pela Apraxia da Fala, foi...

20 municípios catarinenses têm problemas pelas enchentes

As chuvas que voltaram a atingir Santa Catarina neste fim de semana no fim...
error: Este conteúdo é protegido !!