quinta-feira, 13 junho, 2024

Empresa catarinense apresenta casa modular a preço de custo

Compartilhe essa notícia:

Casas modulares completas e a preço de custo são as alternativas apresentadas por uma empresa catarinense como soluções rápidas para moradias no Rio Grande do Sul, neste período de reconstrução diante das graves consequências das enchentes. A fabricação leva somente duas semanas e a instalação é feita em apenas um dia. 

Um único módulo é entregue como uma casa pronta para ser ocupada, com piso, portas e janelas, iluminação, instalação hidráulica, ar condicionado, móveis e eletrodomésticos. A iniciativa da Fábrica de Casas, de Tubarão (SC), é oferecida para doações de empresas, de pessoas e como opção emergencial para governos. A casa de um quarto, com 32 m2, tem um custo de R$ 120 mil; a de 43 m2, com dois quartos, R$ 160 mil.

A estrutura principal de casa é metálica. Placas com isolamento térmico e acústico são utilizadas na laje inferior e na cobertura. Nas paredes, a estrutura em wood frame, placas de OSB e cimentícia fazem o fechamento.

O arquiteto Marcelo Domingos Rocha, idealizador do projeto, explica que “a construção modular offsite é a materialização do conceito de sustentabilidade e baixo impacto no entorno, uma vez que não é necessário o deslocamento de dezenas equipes e transporte de materiais até o local da obra”.

A eliminação de processos reduz o tempo de entrega e aplica materiais de construção a seco que garantem uma habitação confortável e segura em situações de emergência. Além disso, ainda pode ser uma base para a reconstrução das famílias a longo prazo. Sistemas de habitação off grid, como energia solar ou biodigestor, também podem ser aplicados para suprir a falta de estruturas urbanas.

A fabricação acontece em ambiente controlado, sem depender do clima e antes mesmo que as condições de acesso e trabalho das equipes de construção civil tradicionais sejam normalizadas. “Neste momento de solidariedade com o Rio Grande do Sul, nossa contribuição é oferecer uma resposta rápida para um dos maiores problemas sofridos pelas famílias vítimas das enchentes, que é ter uma casa para morar com conforto e qualidade, imediatamente”, afirmou Lucas Machado, diretor de operação na Fábrica de Casas

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) tem 7.867 vagas de emprego nesta semana em...

Apae arrecada mais de R$ 50 mil em pedágio do carinho  

Atendendo atualmente 380 usuários de zero aos 86 anos, a Associação de Pais e...

Ponto importante na Ressacada

Chapecoense segura o vice líder, mas recua na classificação. Próximo compromisso é contra um semelhante

Louser projeta jogo desta quinta, em Manaus

Verdão tenta reencontrar caminho da vitória na Série B
error: Este conteúdo é protegido !!