domingo, 14 julho, 2024

Operação Asfixia recolhe cerca de 60 pessoas em Chapecó

Compartilhe essa notícia:

Cerca de 60 pessoas em situação de rua foram recolhidas na manhã desta sexta-feira em mais uma edição da Operação Asfixia, organizada pela Prefeitura de Chapecó com o apoio das Forças de Segurança.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Roger Lima, foram mobilizadas cerca de 80 pessoas das forças policiais e estrutura da Prefeitura, além de 15 veículos e um helicóptero da Polícia Civil que fizeram a abordagem em 12 pontos do Centro, São Pedro, São Cristóvão, Santo Antônio, Esplanada, Efapi e Presidente Médici.

As pessoas em situação de rua foram levadas para o Parque da Efapi, onde segundo a secretária da Família e Proteção Social, Isabel Triervelier Machado, foi feita uma triagem pelas equipes da secretaria e avaliação pela Secretaria de Saúde. “É uma ação muito positiva para dar dignidade para essas pessoas”, disse Isabel.

Destas, dez serão encaminhadas para Comunidades Terapêuticas e seis para clínicas de tratamento. Outras serão encaminhadas para vagas de emprego e, em relações às pessoas que são de outros estados ou cidades, será feito contato com a secretaria de Assistência Social do município de origem para possível retorno ao convívio familiar.

“Temos dependentes de químicos, gente que está no crack, no álcool ou qualquer outro tipo de droga e que precisam de uma ação, de uma política pública para enfrentar esse problema. As pessoas na rua acabam sendo alvo fácil para o tráfico. Então, com esta ação nós estamos enfrentando vários problemas, que são o de segurança pública, do consumo de drogas, de saúde pública e a questão social das famílias dos usuários que estão sofrendo.

Nós estamos agindo de acordo com a lei pois não estamos apenas retirando da rua. Nós estamos dando acompanhamento médico, psicológico e a oportunidade de tratamento, de melhorar de vida, de buscar um emprego e de voltar ao convívio familiar. A rua não é mais opção aqui em Chapecó”, disse o prefeito João Rodrigues.
O diretor de Segurança Pública de Chapecó, Clóvis Ari Leuze, destacou que existiam muitas pessoas nos semáforos e nas ruas, gerando insegurança, e que graças às operações integradas da Prefeitura com as Forças de Segurança, a situação atualmente é bem melhor.

O presidente do Conselho de Segurança do Município, Márcio Bueno, destacou que a Operação Asfixia, que iniciou no ano passado, tem envolvido a Polícia Militar, a Polícia Civil, o SAER, a Polícia Científica, os Bombeiros, a Polícia Rodoviária Estadual, a Guarda Municipal.

Estiveram na Operação desta sexta-feira o comandante do 2o Batalhão de Polícia Militar, major Rafael Antônio da Silva, e o comandante do SAER/Fron, delegado Albert Dieison Silveira.

Texto e fotos divulgação PMC.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Pesquisa mostra presença de álcool em pães de forma

Levantamento foi feito pela Proteste Pesquisa da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), divulgada...

Chapecó já tem o selecionados para a próxima fase do Santa Catarina Canta – Festival Sertanejo

Depois de São Lourenço do Oeste, chegou a vez de Chapecó conhecer os seus...

Obesidade infantil: um desafio crescente na sociedade moderna

A obesidade infantil é um tema preocupante que tem ganhado cada vez mais destaque...

Conheça o ‘UNO+ Serviços & Negócios’

 Com uma gama variada de serviços e soluções para negócios, o setor de prestação...
error: Este conteúdo é protegido !!