A falta de água no loteamento Zanrosso foi tema de uma reunião na última terça-feira à noite no salão da comunidade. O encontro foi proposto pela Comissão Especial de Gestão das Águas da Câmara de Vereadores de Chapecó. Estiveram presentes lideranças da comunidade e os vereadores Itamar Agnoletto e Neuri Mantelli.

A comissão foi criada pela Câmara para tratar de problemas relacionados ao abastecimento de água em todo o município. No loteamento Zanrosso este é um tema muito presente e frequentemente é pauta de matérias na Folha Desbravador.

Há duas semanas, numa nova reportagem, moradores voltaram a reclamar do problema. A matéria pautou manifestação de vereadores.

“Estamos acompanhando a situação em todo o município e quando recebemos o jornal com mais esta cobrança, achamos por bem vir ao encontro da comunidade para que juntos possamos cobrar da empresa responsável para que tome as devidas providências”, disse Agnoletto.

 “Eles terão que nos apresentar medidas de efeito a curto e longo prazo porque é inconcebível que a população não seja bem atendida num serviço que é pago. Chapecó cresceu e a Casan ficou para trás. A Casan tem contrato com o Município de Chapecó até 2056 e deve atender as demandas da população”, disse Mantelli.

O presidente da associação de moradores, Ariosto Meira destacou a importância do encontro e disse que historicamente a comunidade convive com a situação.

“De tempos em tempos autoridades nos procuram para falar sobre isso, mas solução definitiva até hoje a comunidade não tem. É preciso manter a cobrança para resolver o problema agora, mas também temos que estar atentos ao crescimento populacional da nossa região previsto para os próximos anos”, prevê o líder comunitário.

Como encaminhamento da reunião, ficou decidido que representantes da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) se façam presentes em novo encontro que ainda não tem data marcada, mas que deve ocorrer na comunidade.