Foto: Julio Cavalheiro/Secom/SC

Decisão de gestores estaduais e municipais de saúde de Santa Catarina nesta terça-feira, 20, negou a inclusão de bancários na lista de prioridades da vacinação contra a Covid-19 no Estado. Esse público havia sido considerado prioridade no início de junho pelo Ministério da Saúde, junto com trabalhadores dos Correios. 

Na decisão desta terça, membros do Conselho de Secretarias Municipais de SC (Cosems/SC) e da Secretaria de Estado da Saúde (SES) reafirmaram o entendimento de reunião anterior de que a vacinação deve ocorrer por idade, sem novos grupos prioritários.

A intenção é de que os bancários sejam imunizados pela faixa etária, juntamente com o restante da população. Já os trabalhadores dos Correios estão contemplados como funcionários do setor industrial. 

Em reuniões anteriores, secretários municipais relataram problemas com a adoção de grupos prioritários, já que há mais burocracia por necessidade de comprovação de pertencimento daquele grupo. Por faixa etária, defendem, a vacinação ocorre de maneira mais rápida e segura.