blank
Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Segundo boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) na última segunda-feira, 26, Santa Catarina tem 10,4 mil casos ativos de Coronavírus. Esse é o maior número de pessoas com a doença desde 15 de agosto, quando o Estado registrava 11,3 mil doentes.

Atualmente o epicentro da doença no Estado é a Grande Florianópolis. Nos últimos 10 dias, a região registrou 6,2 mil novos casos de Covid-19. No mesmo período, nenhuma outra região de Santa Catarina registrou mais de 2 mil confirmações.

Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, 27, a governadora interina, Daniela Reinehr, reconheceu o avanço da doença na região, mas sinalizou uma mudança no enfrentamento à pandemia. Segundo ela, o foco será isolar os doentes, não os saudáveis.

“Florianópolis está tendo novamente um avançar da doença, mas acima de tudo, a gente precisa cuidar dos doentes. Isolar os doentes e não os saudáveis. E eu defendo que o médico deve cuidar do paciente. Uma coisa extremamente importante é que as pessoas procurem um médico assim que tiverem sintoma, e cabe ao médico o tratamento”, afirmou.

Além de concentrar o maior número de confirmações nos últimos dias, a Grande Florianópolis também é a região com o maior número de casos confirmados desde o início da pandemia, com 48,7 mil casos. Em seguida estão o Planalto Norte/Nordeste (40,3 mil) e o Sul (39,5 mil). Ao todo, o Estado já registrou 247,4 mil casos. 

Apesar dos casos ativos estarem voltando a crescer, a mortalidade diminuiu neste mês. Até o dia 26, o mês de outubro registrou 198 óbitos pela doença, menos da metade das 446 mortes registradas no mesmo período de setembro.