domingo, 25 fevereiro, 2024

Projeto Vereador Mirim de Guatambu encerra atividades de 2023

Compartilhe essa notícia:

A segunda edição do programa Vereador Mirim começou em maio, na câmara de Vereadores de Guatambu. Durante sete meses nove estudantes das escolas Olga Fin Travi e Agilberto Zandavalli, eleitos vereadores mirins, tiveram a possibilidade de aprender sobre o dia a dia do poder Legislativo.

A sessão desta terça, 05, marcou o encerramento das atividades de 2023.o evento reuniu alunos, professores e familiares.

Professores que acompanham o projeto destacaram a importância da iniciativa em favor do fortalecimento de lideranças.

“É um momento de gratidão poder viver este momento. Jovens têm sonhos, metas e objetivos e o que está acontecendo aqui é uma prova de que é possível inserir o jovem no processo democrático da sociedade. Isso nos orgulha, como professores. Vamos amadurecendo e trocando ideias e os jovens podem nos ensinar. Torço muito para que daqui alguns anos esta experiência possa gerar frutos com futuros vereadores. Estreitando laços entre Escola e Legislativo podemos construir uma sociedade melhor”, disse Angela Sulszbach, professora da Escola Olga Fin Travi.

O presidente da Câmara Mirim, Emanoel Dal Moro destacou o apoio que a iniciativa recebeu. Citou a Câmara de Vereadores, as escolas e professores.

“Nossa experiência foi muito válida e agora torcemos que ela sirva de inspiração para as próximas legislaturas. Que os novos vereadores mirins possam aproveitar ainda mais este projeto, com troca de experiências com outras câmaras. Isso fortaleceu amizades e o aprendizado”, disse.

Para o presidente da Câmara de Vereadores, Valdecir de Arruda, a iniciativa se mostrou eficaz na aproximação da Câmara com a Escola.

“É um projeto que foi retomado pela Câmara porque tivemos grande apoio dos servidores da casa. Também é importante destacar a adesão das direções das escolas. O sucesso disso está nas demandas que os vereadores mirins trouxeram para a Câmara. Nem todas foram atendidas, mas vamos seguir com este projeto e em 2024 vai começar antes, já no começo do ano, para que o trabalho seja ainda melhor. Que este projeto sirva de inspiração e experiência para nossos futuros vereadores”, destacou Arruda.

A vice-prefeita Vera Zandavalli falou em nome do Poder Executivo e em sua fala destacou que o trabalho de qualquer político é estar perto e gostar de sua gente. Ela relembrou também que na edição anterior do projeto foi madrinha de um vereador mirim.

“Aproveitem este dom que Deus vos deu para fazer o bem às pessoas. Vivemos num mundo de muita maldade, mas o maior perigo é observar e não fazer algo para acabar com a maldade. Que esta semente germine, se desenvolva e dê muitos frutos”, disse.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Pico da dengue deve ocorrer até maio

Frear alta de casos é desafio: 'Devemos evitar mortes', alerta consultor da OMS O Brasil...

Campeonato Sul-Brasileiro de Motonáutica reúne mais de cinco mil pessoas no Goio-Ên

Os treinos foram no sábado (17) e as provas no domingo (18), com mais...

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 87 milhões

Apostas podem ser feitas até 19h em lotéricas ou pela internet As seis dezenas do...

Secretária de Estado da Assistência Social participa de sessão

A Câmara de Vereadores de Chapecó, em sessão ordinária da terça-feira 20, recebeu a...