sábado, 24 fevereiro, 2024

Polícia Civil e Cidasc interditam local clandestino de subprodutos de origem animal

Compartilhe essa notícia:

Nesta quinta-feira (21), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio do Centro de Apoio Operacional de Combate aos Crimes Contra o Agronegócio (CAOAGRO/PCSC), juntamente com Policiais Civis da Operação Hórus e a CIDASC realizou fiscalização sanitária em propriedade rural localizada na linha Zenaide Bertaso, interior de Coronel Freitas.

A denúncia inicial era de abate clandestino, com revenda das carnes nos estabelecimentos comerciais da região. A localidade é de difícil acesso, tendo sido necessário a utilização do drone da Polícia Civil para mapear a área e garantir o sucesso da ação.

Durante a operação, foi flagrado grande quantidade de couro e vísceras de animais armazenadas em tonéis e em condições higiênico-sanitárias muito precárias, rodeadas por moscas e animais domésticos, além de forte odor e sujidades.

Também havia uma câmara fria repleta de carcaças, tudo em desacordo com as normativas sanitárias e ambientais.

As investigações preliminares apontaram que no local não funciona um abatedouro, mas sim um entreposto clandestino de processamento de subprodutos de origem animal, com a revenda dos resíduos para fábricas de ração de outros Estados, geralmente à noite. Carcaças de toda a região são processadas ali, mas o local não conta com licença ambiental, registros na vigilância sanitária ou nos demais órgãos competentes.

O local foi interditado e o proprietário notificado administrativamente por infração às normas sanitárias. Procedeu-se com a inutilização e o descarte dos produtos cárneos. Será instaurado procedimento policial para apurar eventual prática de crime ambiental.

O objetivo da operação é garantir a segurança dos consumidores e a oferta de produtos de origem animal livres de riscos. Os produtos catarinenses têm conquistado o mercado nacional e até internacional pela qualidade que oferecem.

A união de esforços entre a Polícia Civil e CIDASC tem por objetivo ampliar as ações de defesa agropecuária no Estado, bem como evitar crimes patrimoniais contra o agronegócio.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Caixa começa a pagar Bolsa Família de fevereiro

A Caixa Econômica Federal começa a pagar a parcela de fevereiro do novo Bolsa...

Expo Guatambu 2024: empresas já podem se credenciar

Para expor na feira, empresas precisam de credenciar. O edital de credenciamento ficará aberto...

Balcão de Empregos de Chapecó tem 809 vagas disponíveis

O Balcão de Municipal de Empregos de Chapecó tem 809 vagas disponíveis, em 270...

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio vai a R$ 97 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.690 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado...