terça-feira, 16 abril, 2024

Operação do CyberGAECO resulta em prisão em flagrante por pornografia infantojuvenil

Compartilhe essa notícia:

CyberGAECO deflaga operação “Vigilância Virtual III” para apurar crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes em ambiente virtual. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, um investigado foi preso em flagrante por armazenar pornografia infantojuvenil

Na manhã desta quinta-feira, 15/2, o Grupo de Atuação Especial no Combate a Crimes Cibernéticos (CyberGAECO), do Ministério Público de Santa Catarina, deflagrou a operação “Vigilância Virtual III” para cumprir um mandado de busca e apreensão na cidade de São José. A ordem judicial foi expedida pela 1ª Vara Criminal da Comarca. 

A operação investiga possíveis crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes em ambiente virtual, especificamente a produção e armazenamento de material impróprio. Esses crimes são definidos nos artigos 240 a 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA). A investigação começou com informações fornecidas pela Polícia Federal, através da Coordenação de Repressão a Crimes Cibernéticos relacionados a abuso sexual infantil (CCASI/CGCIBER/DCIBER/PF). Essas informações foram posteriormente investigadas em um Procedimento de Investigação Criminal (PIC), instaurado pela 2ª Promotoria de Justiça da comarca de São José. 

LEIA MAIS

Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão no Oeste

Durante a operação, que contou com a presença de peritos da Polícia Científica de Santa Catarina (PCI), foram encontrados arquivos relacionados à exploração sexual infantojuvenil em um dispositivo eletrônico de posse do investigado. Decorrente da descoberta, foi realizada prisão em flagrante pelo crime do art. 241-B do ECA, que foi recentemente incluído na lista dos crimes hediondos pela Lei n. 14.811, de 12 de janeiro 2024. 

Além disso, contra o mesmo alvo da busca e apreensão, foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva por estelionato, emitido pelo Poder Judiciário do estado do Tocantins.  

Operação Vigilância Virtual III 

O nome “Vigilância Virtual III” reflete o foco da operação: monitorar o ambiente virtual para identificar e combater a pornografia infantojuvenil. 

CyberGAECO 

O CyberGAECO é uma força-tarefa especializada formada por integrantes do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Polícia Penal do Corpo de Bombeiros Militares para o combate e enfrentamento de delitos praticados por meio de ambientes virtuais. 

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Inflação de março pesou menos para famílias de renda alta

 As famílias com renda mensal alta (acima de R$ 21.059,92) sentiram menos o peso...

FECAM participa de mobilização em Brasília

O prefeito de Gaspar e vice-presidente da Federação dos Consórcios, Associações de Municípios e...

Casos de abusos contra menores repercutem em sessão

A informação de que Santa Catarina ocupa, em números absolutos, a 4ª posição no...

Endividamento aumenta entre as famílias em março

O endividamento das famílias brasileiras cresceu em março, segundo aponta a Pesquisa de Endividamento...
error: Este conteúdo é protegido !!