A Prefeitura de Chapecó realizou hoje de manhã a tradicional entrevista coletiva por conta da pandemia do Coronavírus. Participaram do encontro o prefeito Luciano Buligon, Secretária de Saúde Maristela Bisognin Santi Rocha, a diretora Técnica da Secretaria de Saúde Aldarice Pereira da Fonseca e a intérprete de Libras Juliane Brancher.

O número de casos confirmados quase que dobrou nas últimas 24 horas. Na sexta eram seis e hoje são 11. O número de descartados também teve aumento significativo nos últimos dias. Já o número de recuperados se manteve estável em cinco.

Número de recuperados se mantém em cinco. Suspeitos são 42. Dados são da Secretaria Municipal de Saúde de Chapecó

Um dos casos suspeitos da doença foi a óbito ontem, mas ainda não há comprovação se a morte ocorreu por conta do Coronavírus. Trata-se de um homem de 73 anos.

No gráfico ao lado você pode acompanhar os números desta semana em relação à doença na maior cidade do Oeste de Santa Catarina.

Os dados têm como referência o Hospital Regional do Oeste e a Unimed.

Segundo a Prefeitura este aumento ocorre por conta de mudanças na testagem de pacientes que chegam às unidades de saúde com algum sintoma de crise respiratória – inclusive gripe.

Em depoimento contundente, o prefeito enfatizou a importância da população contribuir para preservar os status de relativa tranquilidade em relação ao Coronavírus.

“Por favor, não relaxem. Por favor. Isso vai passar, mas não relaxem”.

Veja a íntegra da entrevista coletiva aqui.

Buligon também pediu para que a população preserve o otimismo. “Independente da crença religiosa, faça sua oração a Deus, tome as medidas de cuidado e juntos vamos superar este momento”.

Várias ações sociais estão sendo desenvolvidas no município. Entidades públicas, filantrópicas e até mesmo de pessoas anônimas estão contribuindo para que não falte comida para ninguém.