Hospital de Chapecó enfatiza a importância do engajamento de todos às medidas de combate à disseminação da covid-19. Os números de pacientes internados com a doença têm subindo diariamente o que pode resultar no esgotamento dos recursos humanos e físicos disponíveis no Sistema de Saúde do município.

De acordo com o diretor hospitalar e cirurgião vascular da Unimed, Dr. Mário Goto, a cooperativa médica ampliou o número de leitos de enfermaria para atender a demanda. “Desde o início da pandemia esse é o período de maior procura por atendimento de doenças respiratórias, aproximadamente 200 pessoas diariamente, por isso triplicamos a equipe médica e aumentamos a equipe assistencial. O grande problema é que tem muitos profissionais da área da saúde (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, etc) doentes, o que impacta na operação da assistência à saúde”, alerta.

O médico explica que as equipes de profissionais que atuam na linha de frente desde março estão altamente capacitadas, mas ao mesmo tempo extenuadas. “Compreendemos na necessidade de atendimento à população, contudo quando saímos de uma média de 40 para 200 atendimentos, não há estrutura suficiente para suprir a demanda. Peço para que todas as pessoas se cuidem e ao mesmo tempo agradecemos a todos os profissionais da área da saúde que atuam incansavelmente”. 

Confira o pronunciamento completo: