quinta-feira, 29 fevereiro, 2024

TCE fará contagem de alunos em Santa Catarina

Compartilhe essa notícia:

O objetivo é verificar se os dados informados pelos municípios para o censo escolar e que são usados para o repasse de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) estão corretos

TCE/SC fará levantamento detalhado do número de alunos catarinenses na educação básica e na Educação de Jovens e Adultos

O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC), por meio da Diretoria-geral de Controle Externo (DGCE), determinou na quarta-feira 17, que as diretorias de Informações Estratégicas (DIE) e de Atividades Especiais (DAE) façam um levantamento detalhado do número de alunos catarinenses matriculados na educação básica e na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

LEIA TAMBÉM

MEC disponibiliza mais de 402 mil bolsas para o Prouni

Sisu: inscrições para 1ª edição de 2024 começam na segunda-feira

Judiciário catarinense não recomenda a utilização de constelação familiar

O objetivo é verificar se os dados informados pelos municípios para o censo escolar e que são usados para o repasse de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) estão corretos. O assunto ficará sob relatoria do conselheiro substituto Gerson dos Santos Sicca, relator temático da Educação.

A decisão é decorrência de uma orientação da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) aos órgãos de controle externo do país após o programa Fantástico, da Rede Globo, veicular reportagem na qual o Tribunal de Contas do Maranhão (TCE/MA) indica graves irregularides em relação a registros falsos de matrícula.

Os dados com indicativos de fraudes resultaram no aumento de valores repassados pelo Governo Federal aos municípios. De acordo com o TCE-MA, foram identificados registros de quase 130 mil alunos fictícios, com prejuízo que pode chegar a R$ 1,5 bilhão.

No documento enviado a seus integrantes, a Atricon relata que existe a “possibilidade de situações idênticas estarem ocorrendo em outras unidades da federação, isso em razão do caráter meramente declaratório dos dados que ancoram os respectivos repasses”.

FONTE: TCE

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Lula revoga reoneração de 17 setores da economia

Decisão é fruto de acordo com o Congresso; governo apresentará projeto O presidente Luiz Inácio...

Empresas devem enviar comprovantes para Imposto de Renda até hoje

Informes de rendimentos são necessários para preencher declaração As empresas e as instituições financeiras têm...

Volta às aulas fomenta comércio Catarinense

Empresas registraram aumento de 3,4% no faturamento em relação ao ano passado Os resultados das...

Operação da Polícia Civil realiza várias apreensões no Bairro Efapi

Ação faz parte de enfrentamento a delitos que vem ocorrendo no bairro e preocupando...