Quem procura por peixe vivo tem 19 locais com produtores oferecendo o produto em Chapecó. A estimativa da Secretaria de Agricultura é que entre a terça e amanhã sejam comercializadas 50 toneladas de peixe.
Na Grande Efapi a feira na esquina da Avenida Atílio Fontana com Beija-flor tem intenso movimento. A feirante Lucia Barp acredita que o fato de a venda ter iniciado ainda na terça-feira fez com que se evitasse aglomeração de público.

No Mercado Público Regional também a movimentação é intensa. As variedades colocadas à venda
Os pontos de venda em Chapecó são

  • Feira Cristo Rei;
  • Posto Galli, no Palmital;
  • Feira Efapi/Colatto;
  • Feira do São Cristóvão;
  • Presidente Médici;
  • Esplanada (Igreja Católica);
  • Universitário (Igreja Católica);
  • Posto Avenida;
  • Vila Real;
  • Praça Passo dos Fortes;
  • Feira Bela Vista;
  • Colégio Jardim do Lago (Efapi);
  • São Pedro (antiga Garagem da Prefeitura);
  • Praça Santa Maria;
  • Vila Zonta;
  • E atrás do Shopping, na Avenida Getúlio Vargas, junto à Live.

E também nas feiras independentes:

  • Rua Clevelândia (Centro);
  • Calçadão (Centro);
  • e Mercado Público Regional.
    Boa parte das feiras atenderá também na manhã desta sexta, feriado.

Medidas de Prevenção à Covid 19
As Feiras ao Ar Livre estão autorizadas a funcionar em Santa Catarina, mas as medidas preventivas de combate ao Coronavírus devem ser encaradas como prioridade. A Feira do Peixe em Chapecó será realizada com atenção à saúde dos feirantes e dos consumidores, seguindo as medidas para evitar a contaminação do Coronavírus. As seguintes orientações foram repassadas aos feirantes:
• Usar luvas e máscaras ao prestar o atendimento;
• Utilizar e disponibilizar álcool em gel 70%;
• Organizar o fluxo de consumidores, evitando aglomerações e respeitando o distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas;
• E higienizar os equipamentos que precisam de contato físico, como calculadoras e balanças.