blank
Gol de empate foi marcado aos 48 minutos do segundo tempo

Historicamente o Verdão cedia pontos importantes nos acréscimos, mas desta vez a situação se inverteu e o empate diante do náutico, em Recife, teve sabor de vitória.

A Chapecoense entrou em campo na noite desta sexta-feira (18), no Estádio dos Aflitos, para disputar contra o Náutico partida válida pela 10.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No confronto inédito contra a equipe pernambucana, a emoção foi garantida até o último minuto de jogo. Com gol marcado aos 32 da etapa complementar, o time da casa ia ficando com a vitória, mas, aos 48, Busanello – que havia acabado de entrar em campo e fazia o seu segundo jogo pela equipe profissional do Verdão – marcou um golaço e deixou tudo igual. Com o ponto garantido longe dos seus domínios, a Chapecoense voltou ao G4 e assumiu a terceira colocação na tabela de classificação.

A partida:

Jogando nos seus domínios, o Náutico iniciou a partida esboçando uma superioridade, mas bastaram poucos minutos para que a Chapecoense equilibrasse as ações do embate e levasse perigo ao gol adversário. Aos seis minutos de bola rolando, Aylon invadiu a área pela esquerda e tocou na direção de Anselmo Ramon, que por muito pouco não alcançou. Na sequência, aos 15, o Verdão armou contra-ataque rápido e Anselmo Ramon deixou para Matheus Ribeiro, que chutou cruzado e mandou para escanteio. Aos 27, Aylon tentou novo cruzamento e a bola desviou no marcador, que mandou contra a própria meta e obrigou defesa milagrosa do arqueiro adversário.

Após a pressão alviverde na etapa complementar, o adversário se apresentou melhor para o segundo tempo e abriu o placar aos 32 minutos, com Kieza marcando de cabeça. A Chape, no entanto, não se abateu diante da derrota parcial e seguiu lutando, até que aos 48 minutos brilhou a estrela de Umberto Louzer e do jovem Busanello, cria da base alviverde que havia acabado de entrar em campo. O camisa 90 recebeu passe primordial de Thiago Ribeiro – que fez sua estreia com o manto verde e branco – e chutou com força para deixar tudo igual.

Fala, Busanello!

Após a partida, o lateral esquerdo Busanello – formado nas categorias de base da Chapecoense e fazendo o seu segundo jogo pela equipe profissional do Verdão – comentou a alegria pelo gol marcado e, principalmente, por poder ajudar a equipe. “Uma emoção grande marcar pela primeira vez no profissional. Ajudar a equipe, que trabalha muito. Consegui fazer o gol para ajudar a equipe. O Rafa sentiu, eu entrei e consegui marcar.”

Próxima partida:

O próximo compromisso da Chapecoense é na sexta-feira (25), quando a equipe recebe o América-MG, na Arena Condá, para partida válida pela 11ª rodada da Série B. O jogo acontece às 19h15.

Por Alessandra Seidel – Assessoria do Clube