Mais de 50 cargas de material como lodo, argila e lixo já foram retiradas do Rio Taquaruçuzinho, o principal córrego que atravessa a Grande Efapi. Os trabalhos são realizados pela Superintendência da Efapi e iniciaram em abril.

Na última etapa, o serviço está concentrado entre as avenidaa Atílio Fontana e Ernesto de Marco, no loteamento alta Floresta.

De acordo com o superintendente da Efapi, Claimar de conto, o propósito é dar maior fluidez à água e evitar transtornos alagamentos de casas e ruas próximas ao córrego.

“Em alguns casos as galerias estavam até 50% obstruídas por conta da lama e entulhos que acumulam. Agora, com esta limpeza, melhoramos o aspecto nas margens e, principalmente, asseguramos certo conforto a quem mora nas proximidades, já que nos aproximamos do período com mais chuva. Tinha muito material que havia sido retirado em outras limpezas, mas que estava depositado próximo do rio”, disse.

A limpeza do córrego já foi feita outras vezes. Há cerca de dois anos o desassoreamento praticamente eliminou os alagamentos que ocorriam no loteamento Aurora e entre o Jardim do Lago e Thiago.

A expectativa é que pelo menos a cada dois anos este trabalho precise ser refeito. O material retirado é levado para o aterro sanitário, localizado no bairro Santo Antonio.