Foto: Ricardo Wolffenbüttel Secom

O Dia das Mães foi de crescimento nas vendas para o comércio catarinense. Levantamento da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) aponta alta de 4,8% neste ano com relação ao mesmo período do ano passado. O cálculo foi realizado com base nos dados do SPC/SC.

“Os lojistas catarinenses conseguiram reagir, seja com vendas nas lojas físicas ou virtualmente, e alcançaram um importante resultado mesmo ainda sob os impactos da pandemia”, avalia o presidente da FCDL/SC, Ivan Roberto Tauffer. Com os dias de frio e a proximidade do inverno, peças de vestuário mais pesadas foram o principal destaque das compras.

O Dia das Mães é uma das principais datas do comércio, atrás apenas do Natal. A expectativa é de que o setor continue a apresentar crescimento gradativo nos próximos meses, tendo em junho outra comemoração importante, o dia dos namorados, pondera Tauffer. O presidente lembra que todos os cuidados sanitários continuam sendo rigorosamente cumpridos nas lojas, para segurança dos funcionários e dos clientes.

Lojas do setor de móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos também apresentaram bons resultados. Na Rede Berlanda, por exemplo, o crescimento das vendas para a data foi da ordem de 10%, segundo Nilso Berlanda, fundador e sócio do grupo que completa 30 anos em 2021.

A rede tem 185 lojas em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul e vem registrando crescimento desde o ano passado, mesmo com o cenário de pandemia. Em 2020, cresceu 10,76% no varejo convencional e 240% no e-commerce. Nesta quarta, inaugura sua 186ª loja, em Balneário Camboriú.