terça-feira, 5 março, 2024

Com novo ICMS, sobe preço de combustível e gás de cozinha

Compartilhe essa notícia:

Atualização dos preços foi aprovada no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e vale para todo o País

A partir desta quinta-feira (1º), o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tributo cobrado pelos estados, vai subir para a gasolina, o diesel e o gás de cozinha.

Conforme explica a Secretaria da Fazenda, trata-se de uma atualização aprovada no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), órgão que reúne os secretários estaduais de Fazenda,  e que vale para todo o País. Não é, portanto,  uma decisão do Governo de Santa Catarina. A publicação dos convênios que definem os reajustes consta no Diário Oficial da União de 26/10/2023.

Esse é o primeiro reajuste do ICMS após a mudança do modelo de cobrança sancionado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro em março de 2022.

Anteriormente, o ICMS incidia conforme um percentual do preço total definido por cada unidade da federação. Agora, o imposto é cobrado conforme um valor fixo por litro, no caso da gasolina ou do diesel, ou por quilograma, no caso do gás de cozinha.

As alíquotas passaram para os seguintes valores:

CombustívelAlíquotas atuaisA partir de 1º de fevereiro
GasolinaR$ 1,22 por litroR$ 1,37 por litro
DieselR$ 0,9456 por litroR$ 1,06 por litro
Gás de cozinhaR$ 1,2571 por quiloR$ 1,41 por quilo

Fonte: Confaz

Ao considerar o preço médio calculado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o litro da gasolina subirá em média para R$ 5,71. No caso do diesel, o valor médio do litro aumentará para R$ 5,95 (diesel normal) e mais de R$ 6 para o diesel S-10, que tem menor teor de chumbo.

No caso do gás de cozinha, o preço médio do botijão de 13 quilos subiria, em média, de R$ 100,98 para R$ 103,60.

Santa Catarina

A Secretaria de Estado da Fazenda reforça que a mudança tem abrangência nacional e é obrigatória a todos os Estados. A revisão dos valores está relacionada às novas regras de tributação instituídas em maio e junho do ano passado, após discussões no Supremo Tribunal Federal e no âmbito do Confaz.

Alíquota base – Modal

Já em relação à alíquota base do ICMS, válida para outras gamas de produtos, Santa Catarina optou por não promover elevação. Foi o que garantiu o governador Jorginho Mello, na Federação das Indústrias, em janeiro deste ano.

Fonte: RCN

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Veículo com registro de furto é encontrado enquanto condutor dormia dentro do mesmo

O homem teria dito a PM que comprou o veículo, porém não soube especificar...

Jovem de 17 anos é preso por tráfico de drogas

Com ele foi encontrado mais de três mil reais em dinheiro, drogas e telefone Na...

FGTS Digital, começa a valer nesta sexta; veja o que muda

Plataforma aproveitará dados do e-Social, onde débitos já são informados de forma individual. Também...
error: Este conteúdo é protegido !!