quarta-feira, 17 abril, 2024

Chapecó tem capacitação e mutirão contra a dengue

Compartilhe essa notícia:

Ações de combate a dengue acontecerão amanhã no Bairro Efapi, Santo Antonio e Jardim Itália. Chapecó tem 64 casos confirmados em 2024

A Secretaria de Saúde de Chapecó está intensificando as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Nesta sexta-feira iniciou pela manhã e vai até 11h30, no auditório da Prefeitura, uma capacitação sobre a dengue, para médicos e enfermeiros. São cerca de 220 profissionais, em dois turnos. A capacitação do período da tarde será das 13h30 às 17h.

Entre as palestrantes estão a médica infectologista Carolina Ponzi, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura, Lilian Galão, a coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental, Karina Giachini, e representantes da regional de Saúde do Estado.

No sábado Chapecó estará inserida no Dia Nacional de Mobilização e Combate à Dengue. De acordo com o gerente de Vigilância em Saúde, Rodrigo Momoli, haverá um mutirão de combate ao mosquito no bairro Efapi, com a presença de 80 Agentes de Combate a Endemias e 250 Agentes Comunitários de Saúde. O objetivo é eliminar criadouros e orientar a população. A concentração será no CEU das Artes, onde ocorrerá a ação Chapecó Descentralizada-Prefeitura no Bairro. Também no sábado serão realizadas ações nos bairros Santo Antônio e Jardim Itália.

Chapecó tem 64 casos confirmados em 2024.

O secretário de Saúde, Jader Danielli, disse que Chapecó vem trabalhando durante todo o ano, com mutirões nos bairros e interior, mas que neste momento de aumento de focos é necessário um cuidado ainda maior.

“Nos últimos três anos nós ampliamos o número de profissionais, fizemos capacitações, tornamos mais frequentes os mutirões mas a condição de umidade e calor tem favorecido a reprodução do mosquito da Dengue. Por isso estamos ampliando a capacitação, orientação e novas estratégicas, como o uso de um drone agrícola para aplicação de biolarvicida. Pedimos também que a população colabore e fique mais atenta a possíveis pontos de água parada, além de utilizar repelente”, disse o secretário.

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Clima muda em Santa Catarina

A Epagri/Ciram divulgou há pouco a previsão do tempo para Santa Catarina. A nebulosidade...

Casos de abusos contra menores repercutem em sessão

A informação de que Santa Catarina ocupa, em números absolutos, a 4ª posição no...

Mercado financeiro projeta ligeira alta do PIB

Pela oitava semana seguida, o mercado financeiro aumentou as expectativas de crescimento da economia...

Direito de recusa é alterado no “Abril Verde” para maior eficiência

Estão em vigor as novas redações de duas Normas Regulamentadoras para fortalecer a segurança...
error: Este conteúdo é protegido !!