Foto: Unochapecó

O Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó tem previsão de começar a funcionar no final do mês de fevereiro. Essa foi a informação que o reitor da Unochapecó, Cláudio Jacoski, que na manhã desta sexta-feira esteve no gabinete do prefeito João Rodrigues. A Fundeste/Unochapecó é a responsável por administrar o espaço.


Jacoski disse que foram selecionadas 17 empresas e mais o Deatec, que reúne várias empresas de tecnologia e inovação. Além disso o prédio de 3,6 mil metros quadrados vai abrigar mais de 20 “startups” que estão na incubadora tecnológica da universidade.
O prefeito João Rodrigues disse que o município quer estimular os empreendimentos em inovação no município. O município e o Estado também são parceiros no investimento do Parque Tecnológico, que custou cerca de R$ 12 milhões. Agora falta somente instalar o mobiliário.

O reitor e o prefeito também falaram das melhorias na estrutura das quatro unidades em parceria do município com a instituição e também de outros convênios.


Um deles é para o armazenamento de vacinas. A Unochapecó tem uma estrutura que pode armazenar a temperatura de até 80 graus centígrados negativos.


“Nós temos condições de armazenar as vacinas contra a Covid-19 produzidas pela Pfizer. Também temos condições de armazenar outras vacinas para o município”, disse Jacoski.


Por fim o reitor presenteou o prefeito com um livro em que é um dos autores, sobre Parques Tecnológicos.