quinta-feira, 22 fevereiro, 2024

Brasileiro gastará em média R$ 322 com alimentação no Natal

Compartilhe essa notícia:

44% devem passar a data em casa e 30% dizem que cada pessoa contribuirá com um valor para dividir a comemoração. 62% vão comprar roupa ou sapatos novos para a celebração do Natal. Dados são de pesquisa realizada pela CNDL/SPC Brasil.

A ceia de Natal e os eventos de celebração da data são uma tradição das famílias brasileiras. Um levantamento realizado em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, revela que o consumidor deve desembolsar, em média, R$ 322 com os preparativos da ceia e/ou do almoço de Natal.

Os dados também mostram que 99% dos entrevistados pretendem celebrar o Natal, sendo que 44% devem comemorar em casa, 18% na casa dos pais e 16% na casa de outros parentes.

Além disso, para 30% dos entrevistados cada pessoa/família contribuirá com um valor, 28% pretendem dividir as despesas com cada pessoa/família levando um prato e 12% pretendem arcar com todas as despesas da comemoração.

O presidente da CNDL, José César da Costa, destaca a importância da celebração do Natal, mas também de se manter atento aos gastos nesta época do ano.

“Esta é uma época de muitas comemorações e trocas de presentes. As famílias mantêm a tradição de realizar as ceias e os almoços. Para que tudo isso não pese no bolso, os consumidores podem usar a criatividade para não sair do orçamento. As brincadeiras de troca de presentes e a divisão da ceia entre os participantes são excelentes opções”, orienta.

O levantamento revela ainda a intenção das pessoas em comprar alguma roupa, sapato ou acessórios novos para usar no Natal. Em cada dez brasileiros que vão celebrar a data, seis (62%) disseram que vão comprar alguma peça nova de vestuário ou acessório, sobretudo as mulheres. O gasto médio previsto deve ser de R$ 297.

Metodologia

Público-alvo: Consumidores das 27 capitais brasileiras, homens e mulheres, com idade igual ou maior a 18 anos, de todas as classes econômicas (excluindo analfabetos) e que pretendem comprar presentes para o Natal.

Método de coleta: pesquisa realizada via web e pós-ponderada por sexo, idade, estado, renda e escolaridade.

Tamanho amostral da Pesquisa: 755 casos em um primeiro levantamento para identificar o percentual de pessoas com intenção de comprar presentes no Natal. Em seguida, continuaram a responder o questionário 633 casos, que tinham a intenção de comprar presente no Natal. Resultando, respectivamente, uma margem de erro no geral de 3,6 p.p e 3,9 p.p para um intervalo de confiança a 95%.

Período da coleta dos dados: 19 a 27 de outubro de 2023.

Fonte: RCN

Para mais notícias de Chapecó, Santa Catarina e do Brasil, acesse a Folha Desbravador e continue informado!

Siga nas Redes Sociais

5,000FãsCurtir
11,450SeguidoresSeguir
260SeguidoresSeguir
760InscritosInscrever

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Vitória de alívio contra o lanterna

Chape foi superior e subiu na classificação

Estação meteorológica em Pinhalzinho amplia o monitoramento ambiental

Os dados da estação meteorológica já estão disponíveis para a sociedade de Pinhalzinho e...

Cresol inicia pré-assembleias

A Cresol Aliança iniciou esta semana a agenda de assembleias de 2024. O primeiro...

Polícia prende homem com mandado de prisão por homicídio 

Durante rondas, a guarnição abordou o homem e verificou o mandado de prisão em...